21/05/2020
Solidariedade S/A: doação para construção de hospitais, equipamentos e medicamentos

A indústria de alimentos JBS vai doar R$ 400 milhões para ajudar na luta contra a doença. A Raia Drogasil está doando mais de R$ 26 milhões para beneficiar 50 hospitais de referência de cidades pequenas e médias.

Empresas e empresários estão unindo esforços para ajudar o Brasil na crise.

A indústria de alimentos JBS vai doar R$ 400 milhões para o combate à pandemia no Brasil. O dinheiro será usado para construir hospitais, ampliar leitos e comprar equipamentos médicos. Uma parte vai para entidades de pesquisa e tecnologia focadas na área de saúde, e outra fatia para organizações sociais sem fins lucrativos, que atendem comunidades vulneráveis.

A empresa já doou mais de 200 toneladas em alimentos, itens de higiene e de proteção. Uma companhia de auditoria vai fiscalizar as doações da JBS.

“Faremos as priorizações do que for mais abrangente e mais urgente. E usaremos nossa estrutura da JBS para rapidamente distribuir no Brasil inteiro. Toda essa verba já está disponível. E nós queremos acelerar ao máximo a doação”, afirma Gilberto Tomazoni, presidente global da JBS.

A Raia Drogasil está doando mais de R$ 26 milhões para o combate à Covid-19. A maior parte do dinheiro está num fundo que vai beneficiar 50 hospitais de referência de cidades pequenas e médias. Os recursos serão usados para comprar equipamentos hospitalares, como respiradores e desfibriladores, além de artigos de proteção individual, como máscaras, luvas e aventais.

No estado de São Paulo, o Sistema Único de Saúde recebeu dez mil caixas de medicamentos da rede de drogarias.

“Tenho certeza que a nossa função como empresa não é só manter nosso negócio funcionando para cuidar da população como um todo, é sim também poder entregar, para a sociedade como um todo, um legado para que ela possa usar isso depois que essa pandemia passar”, destaca Marcílio Pousada, presidente da Raia Drogasil.